Nov 28, 2010

Cardápios regionais nas escolas do DF

Olá! Para começarmos bem nossas postagens, iniciaremos com uma sugestão de nossas professoras. Assim, segue abaixo uma reportagem que saiu no Correio Braziliense, na segunda-feira passada, dia 22 de novembro.

A reportagem trata da presença de alimentação regional nas escolas do Distrito Federal e é baseada na lei que afirma que 30% dos recursos voltados para alimentação escolar devem ser direcionados para a agricultura familiar local, fato que, conseqüentemente, influencia a inclusão de alimentos regionais nas merendas escolares. Tal fator traz diversos benefícios, tanto para os estudantes quanto para o Estado; benefícios estes que variam desde uma maior aceitação por parte das crianças até maiores vantagens econômicas para o governo. Deste modo, seguem abaixo dois trechos da reportagem.

 ...Rosana ressalta que muitos dos alimentos que compõem a merenda escolar dos estudantes brasilienses já são produzidos no quadrilátero do DF. “O atendimento não é maior porque os produtores não conseguem atender a demanda”, reforça. Entre os produtos regionais aproveitados nas cantinas da rede pública do DF estão o morango, produzido em Brazlândia; o iogurte, fabricado em uma cooperativa de São Sebastião; e hortaliças, que são plantadas em Sobradinho.

Além de resgatar hábitos e estimular uma alimentação mais saudável, o consumo de alimentos regionais pode ajudar a aquecer a economia local. “Do ponto de vista financeiro, se gastará menos, porque se compra regionalmente. Além disso, vai dinamizar a economia local. O dinheiro sai e volta para o mesmo lugar de origem”, contextualiza Albaneide Peixinho.




Grupo 5 

No comments:

Post a Comment

Post a Comment